(21) 2672-9072/(21)3299-2100 Novo!  clinicarj@clinicarj.com.br
Horario de funcionamento:
Segunda a sexta das 8 às 18hs. Sábado das 8 às 12hs.
 
Sobre a Clínica
Convênios
Notícias
Eventos
Oportunidades
Contato
Home  
Exames
Tomografia
Ultrassonografia
Ecocardiograma
Mamografia
Densitometria
Radiologia Geral
Endoscopia
MAPA/Holter
 
Suporte Psicológico
 

Nas últimas décadas, devido ao aumento da população idosa no mundo, a osteoporose passou a ser reconhecida como um importante problema de saúde pública. Afeta cerca de 30% de todas as mulheres na pós-menopausa.

A osteoporose é responsável pelo alto índice de fraturas em idosos, principalmente nas mulheres.

A densitometria óssea é atualmente o método de escolha para o diagnóstico precoce da osteoporose. É um método preciso e altamente sensível, estando indicado não só para o diagnóstico inicial como também para o acompanhamento da resposta terapêutica.

Trata-se de um método rápido, não-invasivo e que envolve baixíssimas doses de radiação ionizante.

Existem quatro categorias diagnósticas em relação à massa óssea:Normal, Osteopenia, Osteoporose e Osteoporose severa (quando já se tem uma ou mais fraturas).

A medida da densidade mineral óssea é realizada em dois sítios: o fêmur proximal e a coluna lombar. São nesses locais que as fraturas ocorrem com maior frequência.

Caso haja um impedimento para a realização em um desses dois sítios, pode-se optar por realizar o estudo no antebraço distal.

O exame de "Corpo inteiro" não é um exame "mais completo" como o nome pode sugerir, não sendo o mais indicado para avaliação e acompanhamento da densidade mineral óssea em mulheres pós-menopausadas. Ele tem aplicação específica em algumas situaçoes clínicas, como por exemplo no hipertireoidismo.

 

 
 
R. Prefeito José Carlos Lacerda, 1256 / LOJA - 4º ANDAR - Jardim 25 de Agosto - Duque de Caxias - RJ - CEP: 25071-120

 

Todos os direitos reservados a Clínica de Radiologia do Rio de Janeiro. Site desenvolvido por VBonelli.